Se há uma coisa que todo ser humano busca é a alegria. Entre os vários desafios da vida, todo mundo está em busca da felicidade. Ter sucesso, êxito, fazer dar certo cada objetivo pessoal, profissional, familiar, acadêmico, etc. Além de alvos e objetivos, buscamos também aceitação. Gostamos de ser convidados, nos sentimos bem quando as pessoas se lembram de nós e nos envolvem em seus planos.

Nosso desafio é interagir bem com pessoas que podem nos levar para mais perto ou mais longe dos nossos objetivos de vida, consequentemente afetando nosso nível de felicidade.

No mundo em que vivemos, o egoísmo prejudica o nível de relacionamento das pessoas. Pessoas podem servir como pontes e como portas, sem perderem seu valor individual como seres humanos. Nunca devemos “coisificar” pessoas visando alcançar a felicidade. Pessoas são pessoas, coisas são coisas. Ainda que pessoas possam servir como escadas, nunca devem ser pisadas como degraus.

Você tem buscado alegria? Você tem buscado felicidade? Sabe dizer qual é a diferença entre as duas coisas? “A alegria faz bem à saúde; estar sempre triste é morrer aos poucos.” Provérbios 17.22

Diariamente o ser humano busca felicidade, prazer, boas lembranças, alívio para a alma ou surpresas de alguma forma. Deus colocou dentro de nós um anseio por Ele mesmo, um desejo pela Sua grandeza e a Sua alegria!

Não existe em Deus promessa de uma vida sem aflições, provações e dores, mas Jesus venceu tudo e nos garante que podemos vencer também. A Bíblia nos encoraja a sermos otimistas, termos sempre bom ânimo. Jesus venceu, por isso vencemos também!

Muitas pessoas têm a impressão errada de que quando acabarem os seus problemas elas serão felizes. Mas nunca acabaremos com todos os problemas enquanto estivermos vivos. Logo, ser feliz não pode depender das circunstância em que vivemos, mas da nossa realidade interior, acima das circunstâncias.

Não é uma questão de ausência, é a presença. Não é o que não está, é quem está na sua vida. A maioria das pessoas se frustram tentando vencer tudo isso sozinhos e passam a viver uma vida FUGINDO dos problemas ao invés de vencê-los, através de máscaras, medo, anestesiando a dor e usando o isolamento social. Resultados: doenças psicossomáticas e psiquiátricas, distúrbios mentais, suicídios, violência, caos.

Podemos ter o que for, não dá para ser feliz sem Jesus. Como ser feliz sem perdão? Como ser feliz com insegurança com a morte e com o futuro? E aquele vazio da alma que nos encontra depois de qualquer “entorpecente” da vida? Vai a festa, vão os amigos, mesmo sendo alguém de respeito e sucesso (ou não), o vazio da alma de encontra. Simplesmente, porque está faltando o mais importante: Jesus.

Sempre que ouvimos Jesus, temos uma escolha. Ele toca no ponto da nossa necessidade e nos promete a vida perfeita. Experimentá-Lo depende então da decisão de cada um. Alegria é aprender a desfrutar da vida apesar dos problemas. Escolha a alegria hoje!

Pr Filipe Santos

Sem comentários